Marcos Dark Em 5 - maio - 2015

O DIÁRIO DE MATT MURDOCK – Parte 25

MattMurdock025A – Daredevil n° 22 ( Novembro de 1966 )

* “The Tri-Man Lives”, história escrita por Stan Lee, desenhada por Gene Colan, artefinalizada por Dick Ayers e Frank Giacoia

Publicada no Brasil pela Ebal na revista O Demolidor n° 21 (“Em Luta com o Homem-Triplo”); pela editora Bloch na revista Demolidor n° 14 (“O Tri-Homem Vive”)

O Demolidor já está tempo suficiente na ativa para ter uma respeitável galeria de desafetos (entendam por “respeitável” a quantidade, não a qualidade…). Afinal, apesar de fugir da ilha do Coruja, o vilão está à solta por aí. Para dizer a verdade, muito mais em contato com o herói do que ele pode imaginar.

Lembre que o Demolidor está “surfando” a coruja mecânica do vilão, utilizando o peso de seu próprio corpo para direcionar a criatura. Coitado do juiz Lewis, que foi resgatado pelo herói, por confiar na enorme habilidade que seu salvador tem em direcionar a coruja mecânica. Mal sabe ele que a viagem pode ser mais perigosa do que imagina… já que nem faz ideia que o Demolidor é cego.

Antes de finalmente pousar a coruja, o Demolidor ouve um estranho tique-taque na cabeça do mecanóide. É que o próprio Coruja instalou ali uma bomba e está prestes a detoná-la. Como o Demolidor consegue pressentir o perigo, tanto ele quanto o juiz se salvam antes que tudo vá literalmente pelos ares… apesar de já estarem perto de terra firme.

Mas não é só esse desafeto do herói que anda livre, leve e solto por aí. Temos também que lembrar que o Bandido Mascarado e o Gladiador, apesar de se estranharem a todo o momento, tem todo o tempo do mundo para planejar sua vingança contra o herói. E é isso mesmo que o Bandido apresenta para o incrédulo Gladiador: uma forma (ainda que absurda) de derrotar seu inimigo em comum e ainda ganhar o respeito de uma organização criminosa como a Magia, por exemplo.

A nova criação do Bandido Mascarado é um androide… ou melhor… o Tri-Andróide, chamado assim, pois necessita da essência de três homens para “dar-lhe vida”. E o Bandido Mascarado seleciona a nata da criminalidade para movimentar sua criatura: um fracassado lutador de boxe (para dar-lhe força), um habilidoso e sorrateiro arrombador de cofres (para dar-lhe agilidade) e um intelecto criminoso e planejador (para dar-lhe certa inteligência).

Sequestrando cada um desses três homens, o Bandido Mascarado faz com que o Homem-Triplo (sim, até o vilão achou que deveria mudar de nome no meio da história…) finalmente se mova e siga para um ginásio onde ocorre uma luta. Lá, a criatura desafia o Demolidor para uma batalha, caso contrário ameaça derrubar o ginásio em cima dos espectadores.

Matt Murdock ouve o desafio através da TV em seu escritório, mas tem um probleminha para agir: Karen Page insiste em ajudá-lo nas tarefas. É então que tem uma ideia brilhante: ele se passará pelo Demolidor, utilizando o uniforme que Foggy comprou. É claro que Karen acha a ideia absurda (e É uma ideia absurda), mas ele acaba convencendo-a a levá-lo até o ginásio. O plano B é contar com a “destreza intelectual” de Karen e agir realmente como Demolidor, fazendo-a pensar que ele só ganhou tempo para o verdadeiro herói aparecer.

O plano do Demolidor dá certo e ele enfrenta o Homem-Triplo, oponente que não se mostra nada fácil. Para piorar a situação, o Bandido Mascarado e o Gladiador vislumbram Foggy e Karen (velhos e odiados conhecidos de ambos) e sabem que eles têm alguma ligação com o próprio Demolidor (com mais um pouquinho de esforço, solucionariam a identidade secreta; mas não foi dessa vez…). Os ataques do quase derrotado Homem-Triplo agora mudam, já que o Bandido ameaça os amigos do herói, caso ele não se renda.

Continua…

MattMurdock025B