Marcos Dark Em 14 - abril - 2015

O DIÁRIO DE MATT MURDOCK – Parte 19

MattMurdock019A
– Daredevil n° 16 ( Maio de 1966 )

* “Enter: Spider-Man”, história escrita por Stan Lee, desenhada por John Romita Sr, artefinalizada por Frankie Ray

Publicada no Brasil pela Ebal na revista O Demolidor n° 15 (“Surge o Homem-Aranha”); pela editora Bloch na revista Demolidor n° 12 (“Operação Homem-Aranha”)

Convenhamos: o primeiro encontro entre Demolidor e Homem-Aranha fugiu a regra de heróis se estapeando assim que se conhecem. Tudo bem que, dentro do Universo Marvel, talvez estes fossem os mais notórios melhores amigos entre a comunidade de heróis. Mas faltou um pouco de sopapo para selar essa amizade. Mas nem tudo está perdido! Esse detalhe é corrigido no segundo encontro entre os personagens, dessa vez na revista do Demolidor (o que prova que o Aranha é um anfitrião mais amistoso).

Na verdade, um vilão chamado Bandido Mascarado tem a brilhante ideia (mais brilhante que seu nome, pelo menos) de vestir seus capangas com “Demolidores” e ordenar que o primeiro deles que encontre o Homem-Aranha ataque o herói… e saia correndo. Isso, de fato, acontece e o Aranha logo reconhece o bastão que quase o derruba. O herói vê o Demolidor (na verdade, um capanga do Bandido Mascarado) e parte pra cima dele. Mas o capanga tinha uma equipe de apoio que o faz sumir rapidinho, deixando o Aranha esperto para quando encontrar, novamente, o Demolidor.

A sede de revanche do Aranha não demora a aparecer e logo ele está saindo na porrada com o Demolidor. Este, por sua vez, acredita que o Aranha enlouqueceu ou mesmo que é o vilão que o Clarim Diário tanto insiste em denunciar. Afinal, apesar da primeira boa impressão quando o encontrou anteriormente, a verdade é que só o viu uma vez. O interessante da luta dos dois é que ambos reconhecem certas peculiaridades um do outro. O Homem-Aranha chega a desconfiar de uma espécie de senso de radar do Demolidor, devido a sua desenvoltura (lembrando que ninguém sabia que o herói era cego). Já o Demolidor, utilizando seus supersentidos, chega à conclusão que o homem por trás da máscara do Aranha não tem mais que vinte anos de idade. Talvez essa fosse a gênese para ambos se tornarem tão amigos no futuro (porque agora estão ocupados trocando porrada) a ponto de cada um deles saber segredos cruciais para manter sua identidade secreta.

E enquanto os heróis se esmurram, o Bandido Mascarado executa o roubo dos projetos de um novo maquinário. A notícia do roubo, enquanto heróis brigavam, é estampada nos jornais. Exceto pelo Clarim, que prefere acusar o Aranha, todos os outros jornais acusam o Demolidor de estar mancomunado com o criminoso. De qualquer forma, o plano do Bandido Mascarado saiu melhor que a encomenda. O Homem-Aranha não conhece muito do Demolidor e até acredita que o herói realmente esteja de conluio com o Bandido. E o Demolidor não conhece o Aranha o suficiente para saber de sua verdadeira índole.

O Homem-Aranha procura pelo Demolidor e, coincidentemente, seu sentido de Aranha dispara ao passar pelo escritório de Nelson & Murdock. Ao olhar pela janela, vê três pessoas: uma mulher loira (Karen), um cego (Matt, que descarta como sendo o Demolidor) e Foggy (que, apesar de parecer mais gordo… bem… só pode ser ele o Demolidor). Com esse pensamento equivocado, o Homem-Aranha invade o escritório dos advogados e ataca Foggy, deixando Matt em sua situação que, se agir, pode revelar seu segredo.

Continua…

MattMurdock019B